Notícias

Revista de Cultura Teológica

Caixa de entrada

Pe. Matheus S. Bernardes <pe.matheusbernardes@gmail.com>qua., 11 de ago. 14:26 (há 18 horas)
para mim

Estimado Prof. Tejada,
Espero que esteja bem!
Sou Pe. Matheus S. Bernardes, professor da PUC-Campinas, e trabalho com o grupo de pesquisa Teologia Litúrgica e Inteligência Senciente da PUC-SP. Estamos fechando os artigos que serão publicados em um dossiê sobre Xavier Zubiri na Revista de Cultura Teológica da Faculdade de Teologia da PUC-SP. A publicação será o número 100 da revista e está prevista para o mês de dezembro de 2021.
O Sr. não gostaria de contribuir com algum artigo para esse número da revista? Ou até mesmo uma comunicação de pesquisa, na qual o Sr. apresentaria o resultado de seu trabalho de catalogar todos os trabalhos sobre o pensamento zubiriano no Brasil? Poderia, inclusive, divulgar o site que o Sr. produziu.
Desde já agradecemos e aguardamos sua resposta – oxalá, positiva! Saudações,
Pe. Matheus S. Bernardes

 Colóquio Xavier Zubiri: Interfaces – nova data para envio de propostas de comunicação

Caixa de entrada

MATHEUS DA SILVA BERNARDES <matheus.bernardes@puc-campinas.edu.br>qua., 11 de ago. 17:20 (há 15 horas)
para alesoubrasil@gmail.com, carlitosbarbosa@outlook.com.br, erica.pesquisadora@gmail.com, f.acouto@outlook.com, f.couto@ufabc.edu.br, henriquemata97@hotmail.com, isabellad.moreira@gmail.com, joelsonmatias90@gmail.com, juniordouradosms@gmail.com, liliaazevedo@discente.ufg.br, luanferreira198@gmail.com, lunes.bio@gmail.com, macrepal@gmail.com, marcelo.soares.ceron@gmail.com, marcosvinicios1950@hotmail.com, matheusbernardi62@gmail.com, meinhardts.g@gmail.com, msantana@uel.br, Matheus, Marcos, padre.sidnei@uol.com.br, rafacanoles@gmail.com, rafaeldouglassousa@hotmail.com, ricardopiresdecarvalhojunior@gmail.com, slb_al@hotmail.com, tempospaulo@gmail.com, carlosmiltonm@gmail.com, fernandesveronice@gmail.com, josena.bueno@gmail.com, joseiran2008@hotmail.com, j_souza33@yahoo.com, leonardomachadoa@gmail.com, sb.lucas.sj@gmail.com, marileneantoniademartino@hotmail.com, mintesnot17@gmail.com, odilio.varella@gmail.com, pablinotorresbritez7@gmail.com, rjarnoso@gmail.com, ssmmkt@gmail.com, thiago.alnas@live.com, willmaia98@gmail.com, evicente@outlook.com.br, jairovieirasilva@gmail.com, josemarbr@gmail.com, mateusvenanciocap@gmail.com, talini.asantos1990.90@gmail.com, marciofelipe@dj.org.br, yago.barbossa@gmail.com, emaildords@yahoo.com.br, pmacielaxe@gmail.com, pvaleriano@uol.com.br, marcelofurlin267@gmail.com, padrejoaojose@hotmail.com, nobre.jose, deivid@paulus.com.br, vitorchaves@gmail.com, avidaln@uol.com.br, ecescon@ucs.br, tommy@ufu.br, aquino.junior@unicap.br, joaopereira@pucminas.br, mim

Caras inscritas e caros inscritosdo I Colóquio Xavier Zubiri: Interface,
Espero que todas e todos estejam bem!
Desde nosso último contato, tivemos mais inscrições em nosso evento que acontecerá nos dias 06-07 de outubro próximo. Isso nos alegra e motiva muito! É muito bom saber que há estudantes e pesquisadores de diversas instituições que estão trabalhando com o pensamento zubiriano e colocando-o em diálogo com as mais variadas áreas do conhecimento: Filosofia, Teologia e Ciências da Religião, mas também as ciências em geral.
Será uma grande riqueza para nosso evento que comunicações de pesquisa possam ser apresentadas e, com isso, o conhecimento compartilhado. Por essa razão, a equipe organizadora do colóquio decidiu há pouco estender o prazo para o envio de propostas de comunicação até 06 de setembro de 2021.
As propostas devem ser enviadas pelo formulário Google especialmente criado para tal; o link segue abaixo. No formulário vocês também encontrarão as informações referentes aos valores e ao pagamento das comunicações.
Não nos esqueçamos, por outro lado, de divulgar nosso evento: as inscrições são gratuitas e devem ser realizadas pelo site da plataforma even3 da PUC-SP; o link também segue abaixo.
Qualquer dúvida, estamos à disposição para esclarecê-las. Att.,
Prof. Pe. Matheus S. BernardesFaculdade de Teologia – CCHSA – PUC-Campinas

Link para envio de propostas de comunicação:
https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSckT8tZXzaOjKUWa6rCqV9KX9KFpLZ6EB57c-aUVIJPirxSTA/viewform?usp=sf_link

I Colóquio Filosófico-teológico: Xavier Zubiri – InterfacesComunicações de pesquisa – prazo final para envio de propostas: 10 de agosto de 2021. Valores para comunicação de pesquisa no I Colóquio Filosófico-teológico: Graduandos e graduados: R$ 30,00 Especialistas: R$ 40,00 Mestrandos: R$ 50,00 Mestres: R$ 50,00 Doutorandos: R$ 50,00 Doutores: R$ 60,00. A inscrição SOMENTE será efetivada mediante: – transferência PIX para a chave pe.matheusbernardes@gmail.com (Matheus da Silva Bernardes – comissão organizadora do evento); – transferência ou depósito em conta corrente (Banco Bradesco – 237; Ag. 2299; C/C 2790-1 – Matheus da Silva Bernardes, CPF 027.647.426-06).docs.google.com

Link para divulgação do evento e inscrições:https://www.even3.com.br/coloquioteologico2021

I Colóquio Filosófico-Teológico: Xavier Zubiri – InterfacesEste primeiro colóquio filosófico-teológico, organizado pelo grupo de pesquisa “Teologia Litúrgica e Inteligência Senciente” da Faculdade de Teologia da PU…www.even3.com.br

Dica para comprar livros de X. Zubiri.

Como nós já passamos por isso nos anos 1990 e, perdoem relembrar, muito mais passou Tobias Barreto entre (1839-1889) quando só havia navio, oferecemos aos interessados leitores pelas obras originais de Zubiri, uma dica recentemente descoberta. O melhor preço, e esperamos o melhor serviço de entrega exigido, pudemos constatar na Editora Martins Fontes.

Lembramos que as obras Natureza, História, Deus, a Trilogia senciente contendo Inteligência e realidade, Inteligência e logos e Inteligência e razão, e mais tarde Cinco lições de Filosofia foram traduzidas por Carlos Nougué e Antonio Fernando Borges respetivamente, editadas em 2010 1 2011 pela Editora É Realizações.

No mercado de livrarias já temos vários livros sobre Zubiri.

Então, mostramos o site de vendas recente da Martins Fontes oferecendo Sobre la esencia.

 

SOBRE LA ESENCIA

AUTOR: ZUBIRI, XAVIER

EDITORA: ALIANZA EDITORIAL

R$ 369,54

  • 1X de R$ 369,54
  • 2X de R$ 184,77 sem juros
  • 3X de R$ 123,18 sem juros
  • 4X de R$ 92,38 sem juros

COMPRAR

SINOPSE

Esta nueva edición de ‘Sobre la esencia’ incorpora como principal novedad un apéndice con las anotaciones de Xavier Zubiri a su propio ejemplar de la primera edición (1962), conservado en su biblioteca personal. Se trata de indicaciones de Zubiri en el mismo texto y de fichas manuscritas, añadidas al libro, en las que Zubiri iba matizando, corrigiendo e interpretando su propio pensamiento. Estas anotaciones hacen ahora posible entrever el modo en que la reflexión filosófica posterior de Zubiri, que culminaría en la trilogía sobre la Inteligencia sentiente (1980-1983), hubiera podido afectar a algunos de los contenidos de Sobre la esencia.

FICHA TÉCNICA
ISBN9788420691442
PESO652g
LIVRO DISPONÍVEL – PRONTA ENTREGANão
TIPO ITEMLivro Importado
NÚMERO DE PÁGINAS584
NÚMERO DA EDIÇÃO1ª EDIÇÃO – 2008
CÓDIGO INTERNO541306
CÓDIGO DE BARRAS9788420691442
ACABAMENTOPAPERBACK
AUTORZUBIRI, XAVIER
EDITORAALIANZA EDITORIAL

Esperamos seja útil.

Fator Leonardo: Ação criativa mais primordial. Marcelo Fernandes. Editora Ideario (e ) Amazon kindle, 2019. 410 pp.

É uma enorme satisfação, como pessoa e como zubiriano, que o projeto de Marcilio, (Youtube. Filosofia ser e pensar), nos tenha revelado mais uma pessoa, que descobriu a proposta de Zubiri e teve o atrevimento de escrever sobre aquilo que sempre o preocupava: Marcelo Fernandes. Já somos muitos brasileiros nessa tarefa, (já relatamos mais de 60 que produziram quase 250 trabalhos) que nos tenta tirar da loucura dos conceitos vindos de fora, do além e de sentir-nos maniatados de melhorar o mundo. Nós sentimos contentes e atrevidos. Somos todos sencientes inteligentes. Acreditamos, que quando o povo se expressa em português: “cair no real”, não é apenas um dito popular, mas surgido das entranhas do homem brasileiro. Mais uma prova da vitalidade inédita da Inteligência senciente.

Nela encontramos apoios e elaborações filosóficas-metafíscas detalhadas dessa inteligência senciente para ajudar a realizar o homem a partir de sua realidade. E a criatividade é uma força concreta de uma das formas do logos e da razão. A este campo do logos e da Razão sencientes poderíamos chamar com Zubiri de “quase criação”. Feliz inspiração elaborada por Marcelo da vitalidade senciente dos preocupados dentro de sua área de atuação e profissão com seu livro. Agradecidos, porque se junta a muitos que, descontentes e críticos dos meios concipientes com que manejamos e queremos construir um mundo, porque descobrimos uma mina senciente ou melhor uma fonte caudalosa que todo molha para nosso afazer inteligente.

Parabéns Marcelo. Parabéns Marcílio pela chance filosófica e humana de conhecer-nos. Parabéns a todos os que consegui a informação de estudar e aplicar Zubiri, que constam em Trabalhos Brasileiros sobre Zubiri neste blog. Não sejamos egoístas de nenhum tipo, mas divulgadores e compartilhadores da metafísica da realidade e de seu caminhar do sentir intelectivo. Feliz “impressão” Marcelo dos exemplos que confirmam tua tese. Todos somos sencientes, e esses criativos inventores, em todas as áreas que tem desenvolvido, são sencientes, fonte de suas criações como serão das nossas de cada dia e profissionais.

Aqui a apresentação de Marcelo.

“Muito boa a conversa, escreveu Marcelo ao se deparar com o vídeo de Filosofia Ser e pensar sobre Zubiri. Principalmente a parte final do segundo vídeo. Passei alguns anos estudando Xavier Zubiri e escrevi um livro sobre Criatividade e Inventividade baseado na teoria da inteligência senciente. O nome do livro é Fator Leonardo: Ação Criativa mais primordial. Fazia algum tempo que estava procurando videos do Prof. José Fernández Tejada falando de Zubiri e finalmente encontrei. Obrigado pela postagem” (em 1/5,2021, Filosofia ser e pensar).

Fator Leonardo: Ação criativa mais primordial por [Marcelo Fernandes, Marcus Garcia de Almeida]

“O livro traz um dos temas de maior interesse do público atual. Trata da criatividade e dos meios pelos quais conseguimos desenvolvê-la e trazê-la mais presente em nossas vidas. A junção da dimensão imaginativa com a criativa nos traz a possibilidade de lidarmos com a complexidade da vida por meio de nossa inventividade – mais viva porque toca nossa originalidade. Essa capacidade é a chave para entendermos como o ser humano cresce e pode transcender junto às novas realidades – mais realizadoras, mais plenas de sentido e vida. Manter-se aprisionado junto a um mundo que quer a todo tempo inibir nossas potências criativas é permanecer muito aquém do que poderíamos vir a ser, por que no fundo, o que se teme, é tudo que pertença ao universo particular do indivíduo com sua forma bastante particular de ser, de se expressar e viver.

O Fator Leonardo, conceito criado pelo autor nesta obra, explica por meio de histórias instigantes e reais, que atravessa a história das descobertas e dos inventos, de que maneira a imaginação concorre para a dinamização de nossa criatividade em contextos muito particulares. Trata-se, pois de conhecimento essencial para nossa época, pois lida com a complexidade da vida em sua vertente mais essencial – que diz respeito a tudo que toca a originalidade latente nos indivíduos, de todas as épocas, de qualquer época.

Envolve também o desafio de irmos em frente, aceitando e desenvolvendo nossa parcela criativa individual justamente numa época que nos exige cada vez mais de nossa dimensão criativa; que envolve não só o universo empresarial, mas o dos papéis que desempenhamos, das relações humanas e as formas como podemos criar inventivamente um nosso próprio destino. Essa mescla entre o hoje e o aprendizado dos grandes gênios é um dos achados do livro. Voltamos ao passado justamente para lançarmos luz na direção de um futuro mais vibrante e realizador.

Por conta disso, acreditamos que a obra poderá se transformar num fenômeno editorial uma vez que o livro instiga, faz despertar e é em si mesmo um poderoso instrumento de desenvolvimento da imaginação – uma vez que foi desenvolvido como um caminho para o aprimoramento da criatividade e da imaginação, observando um método próprio desenvolvido e trabalhado pelo autor.

A partir da história de grandes gênios da humanidade, tais como Leonardo Da Vinci, Botticelli, Verrocchio, Schubert, Tesla, Einstein, Beethoven, Ernest Hemingway, James Joyce e Shakespeare, o leitor tem condições de refletir sua própria vida e agir segundo uma inclinação criativa singular uma vez que essas histórias são fontes de inspiração, pois, um a um, vão trazendo exemplos vivos de como aprimorar o papel fundante da imaginação inventiva, uma vez que fica claro como as grandes obras de arte, inventos e novas descobertas científicas puderam se transformar em realidade. Assim, podemos entender completamente o instinto que nos leva até as descobertas e que trouxeram mudanças irreversíveis para o mundo, assim como queremos que o faça o leitor frente a sua própria capacidade inventiva.

Cada capítulo também traz teses inovadoras sobre os grandes gênios, onde se destacam novas interpretações sobre a Renascença Italiana, os inventos de Nikola Tesla, a evolução da música em Beethoven, a trajetória de Shakespeare e o que promoveu a revolução na arte moderna. Pela amplitude de conteúdos, experiências e conhecimentos do autor, essa obra deverá transformar sua forma de olhar para seu próprio potencial criativo.

Fator Leonardo: Ação criativa mais primordial, em breve disponível em audiolivro”.

Vídeos do Bioético Diego Gracia.

“Maestro deliberador”

Esta imagem possuí um atributo alt vazio; O nome do arquivo é iv-congreso-dominicano-de-bioetica-conferencia-inaugural-del-profesor-diego-gracia-youtube-google-chrome-14_03_2021-19_02_17-2.png

D. Gracia é médico psiquiatra espanhol discípulo do médico Lain Entralgo e do filósofo X. Zubiri. É diretor da Fundação X. Zubiri de Madrid. Possui um farto cabedal de títulos de formação, responsabilidades e lideranças na descoberta e cultivo dos valores humanos na medicina. Seu método simples de deliberação é seguido por muitos europeus e americanos.

Ver vídeo do IV.Congreso Dominicano de Bioética (2020). La ética de la esperanza a partir de la esperenza del Covir-19”. Conferencia Inaugural del Profesor Diego Gracia (2020): “Los nuevos retos en torno de la construcción de valores en tiempo de y post pandemia”.

Recomendamos a visualização, da abrangência e atualidade do tema desse congresso de bioética dominicana, através de vários vídeos no youtube da Comision Nacional de Bioética CNB-RD. Poderemos assim sentir a vitalidade da semeadura de Gracia há mais de 25 em toda a América-latina.

 POR FUNDACIÓN XAVIER ZUBIRI

“Call for papers

La Revista de Cultura Teológica de la Facultad de Teología de la Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) es una de las publicaciones más importantes del área en Brasil y viene siendo publicada hace más de 20 años. Para el dossier Xavier Zubiri a ser publicado en su número 100 (segundo semestre de 2021) la revista está recibiendo artículos sobre y desde el pensamiento del autor español hasta 31 de agosto de 2021. La Revista de Cultura Teológica está abierta al aporte de Post-Doctores, Doctores y estudiantes de Doctorado en colaboración con el orientador de las áreas de Teología, Filosofía, Ciencias de la Religión. El resto de la información de la llamada puede hallarse dando clic aquí“.

Joathas Bello em sua apresentação de Natureza, História, Deus nos desafiou: “Zubiri veio para ficar”. Esta notícia do dossier em elaboração de X. Zubiri na Revista Cultura Teológica (Puc-SP) é uma passo mais firme dessa profecia. Zubiri poderá ser mais conhecido, lido e aplicado em nossa terra. Este esforço segue os de todos os implicados e dos resenhistas do lançamento da Trilogia senciente (2011) e de O que é a Inteligência? (2016) publicados no Estadão de São Paulo e folha de São Paulo. Sejamos solícitos, estamos semeando, outros colherão os primeiros frutos.

Entrevista com José Fernández Tejada

241. 2021. MONTEIRO, Marcílio. Mestrando da PUC de Pernambuco. Entrevista com José Fernández Tejada sobre Xavier Zubiri. Projeto FILOSOFIA Ser & Pensar. Segmento: Hermenêutica dos clássicos. Canal YouTube: https://youtu.be/OnNaNpLK78U

CONTEÚDO DESTE VÍDEO PARTE 1 https://www.youtube.com/watch?v=OnNaNpLK78U&t=118s

1. TEJADA: SUA FORMAÇÃO E PESQUISA EM ZUBIRI

1.1. O Que É a Inteligência? LINK PARA COMPRAR: https://amzn.to/3kK5D4c

2. XAVIER ZUBIRI: CONTEXTO, BIOGRAFIA E FORMAÇÃO

2.1. ESTUDOS FILOSÓFICOS

2.1.1. ÉPOCA DE EFERVESCÊNCIA FILOSÓFICA

2.1.2. ESTUDOS EM LOVAINA (BÉLGICA)

2.1.3. ESTUDOS NA ALEMANHA

2.2. ESTUDOS DE FÍSICA QUÂNTICA

2.2.1. ALBERT EINSTEIN

2.2.2. WERNER HEISENBERG

2.3 ESTUDOS FILOLÓGICOS

2.3.1. LATIM

2.3.2. GREGO

2.3.3. SÂNSCRITO

2.4. INFLUÊNCIAS

2.4.1. ORTEGA Y GASSET – RACIOVITALISMO

2.4.2. MARTIN HEIDEGGER – EXISTENCIALISMO

2.4.3. EDMUND HUSSERL – FENOMENOLOGIA

2.4.4. ESCOLÁSTICA PRIMEIRA

3. ZUBIRI E TRADIÇÃO FILOSÓFICA

3.1. ESCOLA DE MADRID

4. CONCEITO E OBJETO DE FILOSOFIA

4.1. CONCEITO: A BUSCA DO FUNDAMENTO DAS COISAS

4.2. OBJETO: A REALIDADE 5. CONCEITO ZUBIRIANO DE PESSOA

5.1. A PESSOA COMO TEMA PRINCIPAL

5.2. A REELABORAÇÃO DE SI NA REALIDADE

5.3. A AUSÊNCIA DO CONCEITO DE PESSOA NA FILOSOFIA GREGA

5.3.1 CONCEITO DE PESSOA X CONCEITO DE OBJETOMOSTRAR MENOS

“Meu nome é Marcílio Monteiro. Sou mestrando em filosofia no Programa de Pós-Graduação da Universidade Católica de Pernambuco. Este projeto (“é a valorização dos intelectuais brasileiros especializados em filosofia e áreas afins”) tem como fim a produção de vídeos acadêmicos, que serão disponibilizados no canal do YouTube FILOSOFIA: Ser & Pensar 

O dia 20 de fevereiro de 2021 recebí do “nada” (e-mail no livro com Felipe Cherubin O que é a Inteligência? A filosofia da realidade em Xavier Zubiri, Lumen Juris, 2016) um convite que rompia um isolamento sobre minha inquietude de muitos anos de falar para muitos sobre X. Zubiri. Manifestei minha estranheza e também minha disposição rara de filosofar. “Pelo que me falas tens um ótimo entendimento da inédita proposta de Zubiri”. E ele respondeu:

“Ok, professor Tejada. Saúde e paz! Fiquei muito feliz com sua resposta. Estava receoso que não respondesse. Muito obrigado por responder e compartilhar algo de sua experiência pessoal. Desde que comecei a ler as obras de Xavier Zubiri, e os prefácios claríssimos de sua autoria, fiquei sempre com uma vontade de conhecer esse tal de José Fernandez Tejada. Essa curiosidade se deu em razão da propriedade, domínio e clareza com que você expõe o pensamento deste grande filósofo espanhol. Tenho uma grande admiração pelos pensadores da tradição  ibérica. Lendo Gilberto Freyre descobri a riqueza que caracteriza essa tradição.

Gilberto Freyre em seu discurso “A Propósito Dos Hispanos” proferido na academia de ciências de Lisboa, falou da “redescoberta do concreto” presente no “modo tradicionalmente ibérico do homem estudar-se a si mesmo, menos como ser abstrato que como ser situado”. De algum modo tal elogio freyreano à maneira espanhola de pensar aplica-se a Xavier Zubiri.”

Noutro e-mail se manifestava: “Muito obrigado pelo encorajamento. Dedicar-se seriamente ao filosofar não é algo fácil. São muitos os obstáculos que se colocam perante aquela pessoa que anseia inteligir filosoficamente a realidade. Não raro, as pessoas à nossa volta sentem dificuldades de nos compreender. Mas é assim mesmo. O importante é perseverar”.

Agradeço, também, porque através dos seus textos sobre o pensamento de Zubiri, o senhor fez com que um extraordinário horizonte se abrisse perante meus olhos”.

CONTEÚDO PARTE 2 https://www.youtube.com/watch?v=SbSmGYL5tyM&t=1086s

1. CONCEITO DE INTELIGÊNCIA SENCIENTE

1.1. DICOTOMIA SENTIR/INTELIGIR

1.2. SENTIR COMO PARTE CONSTITUTIVA DA PESSOA HUAMANA

1.3. FORMA HUMANA COMO HIPERFORMALIZAÇÃO DA REALIDADE

1.4. SENTIR COMO ESTÍMULO (ANIMAL) E SENTIR HUMANO

2. RELAÇÃO INTELIGIR E SENTIR

2.1. AMBOS COMO UNIDADE ESTRUTURAL

2.2. DISTINÇÃO ESTRUTURA E NOTAS DO REAL

2.3. CONCEITO DO SER COMO REALIDADE

3. INTELIGÊNCIA E REALIDADE

3.1. METAFÍSICA OU LÓGICA DO REALIDADE

3.2. LÓGICA E REALIDADE (ARISTÓTELES)

3.4. FENOMENOLOGIA, CONSCIÊNCIA E OBJETIVIDADE

3.5. APREENSÃO PRIMORDIAL DA REALIDADE PELO SENTIR

3.6. O QUE É O ATO DE INTELIGIR?

4. INTELIGÊNCIA E LOGOS

4.1. OBSTÁCULOS À INTELECÇÃO DO REAL

4.1.1. SUBSTÂNCIA ARISTOTÉLICA COMO REALIDADE

4.1.2. A LOGIFICAÇÃO DA INTELIGÊNCIA

4.2. O CONCEITO “DE SUYO”

4.3. APREENSÃO E JUÍZO

5. INTELIGÊNCIA E RAZÃO

5.1. O CARÁTER ESPECULATIVO DA RAZÃO

5.2. O REAL COMO MEDIDA

5.3. FILOSOFIA E VIDA

Zubiri internacional: Rússia

*Por José Fernández Tejada

1 DE MARZO DE 2021 POR FUNDACIÓN XAVIER ZUBIRI

Esta imagem possuí um atributo alt vazio; O nome do arquivo é rusia-zubiri.jpg

La revista rusa de filosofía Вопросы философии (Voprosy Filosofii, Philosophy questions) ha publicado el artículo Философия с высоты времен: обзор работы V Международного конгресса в Бари (Philosophy from the Height of Time: About The 5th Philosophical Congress in Bari) en su sección Научная жизнь (Scientific Life). En este artículo se expone al público ruso buena parte de lo ocurrido en el más reciente Congreso Internacional Xavier Zubiri. En esta ocasión, quienes exportaron a nuestro Filósofo y al trabajo de los colegas, fueron los autores К. Сьерра-Лечуга (Carlos Sierra-Lechuga, Xavier Zubiri Foundation), Л.Е. Яковлева (Liubov E. Yakovleva, Russian State University named A.N. Kosygin) y Я.И. Амелина (Yana I. Amelina, HSE University). El artículo puede verse y descargarse dando clic aquí. CATEGORÍAS NOTICIAS

É com muito contento e esperança que recebemos este notícia da Fundação de Madri. “Saudações do sol do Brasil para nossos colegas da Rússia”. Sentimos a união de irmãos, melhor, de gente com os pés em nossas terras e culturas que nos diferenciam. Sim, nesta diversidade riquíssima, somos todos pessoas. Este esforço humano e filosófico de estes três colegas estão fazendo mais possível uma façanha de “comunhão e comunicação” do homem como real inteligente, como animal de realidades. Sentimos como seres humanos a força da semente que enterrarmos na terra humana e tentamos cuidar para a unidade e bem-estar de todos. Estamos cuidando de nossa oikós semeando e cuidando do oikós de nossa terrinha. Em bom relembrar o nosso inspirador e mestre aberto para todos os homens Zubiri. Sim nos sentimos como que associados todos os habitantes da terra, mas estamos dispersos nela, porém como seres humanos:

não somente o meio tem um caráter de ecológico, senão que ademais tem um caráter de Biosfera. A vida, ademais de geração e evolução, tem um misterioso porém inegável fator de dispersão. A vida se difunde e se dispersa por todo o Planeta. É aqui, pouco mais ou menos, algumas das coisas que devemos dizer em relação a colocação de um ser humano dentro do Universo” (Estrutura dinámica de la realidad, 170).

Temos um oikós comum e individual, porém somos todos uma pólis sempre aberta a se aperfeiçoar e nesses esforços diversos nos medindo somente pelo real e não pelas estruturas criadas pelo homem, sejam culturas, religiões, estados e países. Vocês estão fazendo essa grande tarefa. “Os gregos somos nós”. “Despertar ao real” a toda nossa gente, “cair no real” para firmar-se modesta e trabalhosamente nele. Obrigado pela sua ousadia.

Relembro com saudades e estremecimento a década de 1990 quando iniciei meu mergulho na proposta salutar zubiriana. Me sentia “pregando no deserto” ou “açoitando o vento” . contudo, assim me expressei: “Esperamos abrir um novo espaço para que seu modo radical de fazer filosofia seja experiência e patrimônio de toda a humanidade”.

Podemos parecer como loucos em acreditar em Zubiri, nos podem chamar de “quixotescos”. Porém, teimamos em ser Fabianos com sua família querendo chegar no melhor atravessando os sertões da vida, como os loucos e os Quixotes. Assim, estamos “metendo os pés pelas mãos” e “depois veremos” um mundo melhor, como falava o educador Makarenko, seguindo os passos difíceis e fáceis da filosofia do real e da inteligência senciente.

Sale a la luz un nuevo libro de Xavier Zubiri

*Por José Fernández Tejada

Xavier Zubiri escreveu poucas obras e publicou, porém foram as mais importantes. Entretanto, deu muitos cursos, SÓ PAROU PARA ESCREVER INTELIGÊNCIA SENCIENTE, NELES fez ao vivo seu lento afazer filosófico. Com certeza sua inspiração iria mais longe. O estudaremos e tentaremos todos ir mais longe. Os cursos foram sua fornalha, onde expunha e era ajudado pelos seus presentes e alunos. Este texto ocupa já o número 31 de sua inacabada obra que ainda TEM MAIS nos seus arquivos. Obrigado, Esteban Vargas, teu nome é o mesmo de meu pai.

“Se ha publicado el más reciente libro de Xavier Zubiri, un primer volumen del curso Filosofía Primera que el filósofo impartió en 1952-53 y donde presentaría a esta filosofía como «la ciencia de la realidad en cuanto tal«. Esta es su sinopsis:

La «filosofía primera» es el gran proyecto de Zubiri, al que de alguna manera dedicó todos sus esfuerzos intelectuales, hasta la publicación de su última obra sobre la Inteligencia sentiente. Sin embargo, los impulsos que conducen a esta obra, y también las claves para interpretarla adecuadamente, fueron configurándose con anterioridad, a lo largo de muchos años de estudios filosóficos y científicos. Un hito particularmente importante es el curso sobre «Filosofía primera», que Zubiri impartió entre los años 1952 y 1953. Estas lecciones, que hasta ahora permanecían inéditas, nos permiten comprender mejor la génesis de algunos de los conceptos centrales de su filosofía. El volumen inicial, que ahora presentamos, contiene el primer análisis sistemático de la «inteligencia sentiente», que antecede en casi diez años a su libro Sobre la esencia. Zubiri, con la radicalidad acostumbrada, pasa revista a algunos de los conceptos clásicos de la filosofía occidental, proponiendo algunas transformaciones decisivas en lo que la tradición ha entendido por impresión, realidad, sentir, idea, juicio, etc. Asistimos así a un rico diálogo entre el filósofo vasco y los grandes clásicos, como Aristóteles, Descartes, Kant, Hegel, Husserl y Heidegger. En este diálogo, Zubiri fue elaborando su original respuesta, cuya gestación podemos seguir ahora a lo largo de estas apasionantes páginas.

El libro ha sido editado por Esteban Vargas y puede conseguirse en la web de Alianza Editorial (donde también pueden leerse las primeras páginas), en librerías locales como en Casa del libro y próximamente en la Fundación Xavier Zubiri”.

Publicações: “Desde 1989, gracias al equipo de investigaciones y profesores universitarios convocados por Diego Gracia, nuestro director académico, se han publicado al rededor de 30 libros del propio Xavier Zubiri. Dichas obras, con el fin de asegurar una amplia difusión nacional e internacional, han sido co-editadas entre Alianza Editorial y la FXZ. Además la Fundación ha prestado apoyo a las traducciones de las obras al inglés, francés, italiano, portugués y ruso”.

Crie seu site com o WordPress.com
Comece agora
%d blogueiros gostam disto: